LEISHMANIOSE

Leishmaniose

Quais são os sinais clínicos?

Quais são os sinais clínicos?

Nem todos os cães infetados desenvolvem a doença (1 em cada 3 a 5 cães infetados com o parasita desenvolve a doença). O período de incubação da doença pode ser muito longo, desde vários meses a vários anos. A doença é desencadeada nos animais mais suscetíveis nos meses após a infeção através da picada do flebótomo. Outros permanecem como portadores do parasita durante vários anos e apenas ficarão doentes com a idade ou quando sujeitos a várias formas de stress. A expressão clínica da leishmaniose é altamente variável, já que é uma doença que pode afetar qualquer um dos órgãos, tecidos ou fluidos do corpo, e os sinais clínicos não são específicos.
Na sua forma normal, os principais sinais clínicos são:


É difícil efetuar um diagnóstico definitivo apenas com base nos sinais clínicos. São necessários testes adicionais e análises laboratoriais (exames biológicos, identificação do parasita no cão, serologia, etc.) para confirmar a suspeita clínica e determinar o grau de gravidade (de I – ligeira a IV – muito grave).